A ausência de provas longas em BH


0
115 shares

No dia 26 de julho eu estive mais uma vez na capital fluminense para participar de uma corrida, no caso, a Meia Maratona da Cidade do Rio de Janeiro. Antes disso, já estive lá outras quatro vezes, sendo outras três para meias e no ano passado para uma maratona.

O que notei em todas elas é a presença em peso de assessorias mineiras. Muita gente sai de Belo Horizonte todos os anos para ter a oportunidade de participar de uma prova longa. Hoje contamos com apenas duas provas com distâncias maiores – a Meia Internacional e a Volta da Pampulha. Lembro de quando comecei a correr em 2008, uma época em que não faltavam opções de provas longas por aqui: Meia da Linha Verde, Golden Four, os 21k do Circuito Athenas, provas de 10 milhas (16k), além das duas que já citamos que ainda fazem parte do nosso calendário. Em 2014 ainda recebemos os 21k da Mizuno, mas este ano essa prova aconteceu somente em São Paulo.

Em 2012 chegamos a ter até a nossa Maratona da Linha Verde, mas depois daquele ano, a Linha Verde não foi mais palco nem pra meia nem pra inteira. 2012 também foi o ano que a Golden Four deixou a cidade. Aliás, foi o mesmo ano que a Iguana tirou daqui o circuito 10-16-21k da Athenas.

E aí, para aqueles corredores que não são mais desafiados pelos 10k que só percorrem os mesmos locais de sempre da cidade, a única opção é viajar em busca de provas. E foi assim que percorri já as ruas de Natal, de Fernando de Noronha, Foz do Iguaçú, Buenos Aires, entre outras.

Segundo o agente de viagens e atleta Petrus Ravazzano, cada grupo que ele monta para viajar leva de 30 a 80 atletas, dependendo da prova. “Eu acho que essa carência de provas em Belo Horizonte não é só para o público local, mas também faltam provas que sejam atrativas para o turista, para trazer as pessoas para BH. A nossa única prova de grande porte que atrai as pessoas para a cidade é a Volta Internacional da Pampulha. Tirando essa, nenhuma outra atrai as pessoas para movimentar a economia local e o turismo”.

Ainda de acordo com Petrus, as provas de Belo Horizonte não oferecem um percurso atrativo para o público de fora. Mesmo quando a gente ainda tinha grandes provas como o Circuito Athenas e a Golden Four, a Pampulha sempre foi palco para todas elas. “Isso reduz um pouco desse público, porque as pessoas já correram a Volta da Pampulha, então elas já conhecem aquele percurso, já sabem como é. Uma proposta interessante seria resgatar o percurso da Meia da Polícia Militar, que existia aqui. Largava da Praça da Liberdade e retornava pra Praça através da Av. Brasil. Era uma prova muito legal. Os órgãos ligados ao turismo e ao esporte precisam identificar essa oportunidade e resgatar essas provas, largando e chegando na Savassi, um local que atrai turistas e possui diversas opções de hospedagem”.

Fizemos um levantamento no Webrun, um dos maiores portais de corrida no país, e contamos o número de meias e maratonas em cada estado e também nas capitais no ano de 2015. Nesse levantamento consideramos apenas provas de asfalto.

Vejam o levantamento*:

maratonasinfo

*Foram consideradas no levantamento apenas maratonas e meias maratonas de asfalto. Provas que oferecem as duas opções foram contabilizadas nas duas categorias. Os dados levaram em consideração exclusivamente o calendário do Webrun, podendo algumas provas terem ficado de fora.

Através desse levantamento podemos perceber o quanto estamos atrás em número de provas longas. Belo Horizonte conta apenas com uma meia maratona. Uberlândia, no triângulo mineiro, conta com outra meia. Já quem quiser correr uma maratona, não resta outra opção que não seja viajar para outro estado para encarar os 42km. A gente espera que a corrida cresça em Belo Horizonte, que a gente possa ser reconhecido não apenas pela Volta Internacional da Pampulha, mas também sediando grandes provas na cidade.

Mas conta pra gente: em sua opinião, por que nossa cidade não recebe mais provas longas? Por que BH não é atrativa para os organizadores dessas provas?


Cassio Diniz

Começou a correr aos 29 para chegar bem aos 30. De 2008 pra cá já foram algumas maratonas, várias meias e incontáveis provas de 5 e 10k.
X

what do u want to learn about tempobet giris, pls vizit here tempobet giris webpage.

escort bayan alsancak escort buca escort izmir escort bodrum escort bodrum escort sohbet dini sohbetler chatü filmci dayi sohbet odaları New Dubai Escort buca escort izmir anal escort izmir grup escort
.