fbpx

Patrícia Gomes


0


Apesar de ser mineira de nascença, duas outras cidades moram no meu coração – São Paulo e Buenos Aires… O motivo de adorar Buenos Aires passa pela sua Meia Maratona, prova que realizei pela 2ª vez no dia 12 de setembro.

Depois de ter estreado nesta mesma prova em 2009, com o tempo de 2h22min (praticamente um passeio no parque) e ter completado 2 provas em 2010 (com tempo mínimo de 2h20min), decidi treinar para bater o meu recorde pessoal e fazer sub 2h na aprazível cidade portenha.

Para isso, mudanças significativas nos meus treinos, inclusive com mudança de assessoria esportiva. Em 21 de junho, comecei os treinamentos visando esta prova. Antes disso, uma tendinite no gastrocnêmio me fez ficar 1 mês offline… Nem por isso desanimei, efetuei meu programa de treinos de forma exemplar, treinando até sexta à noite – nem minha família acreditava, hehe!

Esta prova teria um ingrediente especial: seria a 1ª prova internacional com grande presença dos #twittersrun! Então, para mim, seria a prova do ano, aquela em que iria brilhar!

Decidi viajar para Buenos Aires dois dias antes da prova e fazer turismo só depois do domingo, para me prevenir de qualquer dor ou desconforto no joelho.

O bacana de chegar em Buenos Aires é ver os outdoors da Adidas sobre a corrida, dá um orgulho de participar dessa “Carrera”… A retirada dos kits foi tranqüila, sem grandes filas. No kit, uma camiseta Adidas razoável, aquela quantidade enorme de propagandas e anti-inflamatórios… A feira foi bem modesta, sem presença dos grandes empresas do mercado running…

No sábado, tivemos um delicioso jantar #twittersrun em Puerto Madero! Estavam presentes: @CorreGuto e Lu, @RunTucunduva e o querido Ruy, @blogdojoca e Ísis, @spookerlabs, @fparadizo, além das minhas queridas amigas Rê e Karlota. Conversa animada, massa deliciosa, ingredientes imprescindíveis em qualquer pré-prova! Dormi com a sensação de que coisas boas estavam para acontecer…

Acordei bem cedinho no domingo, tomei um café razoável, encontrei com os #twittersrun e vambora! Chegamos tranquilamente no local da largada, conversamos bastante, tentávamos nos aquecer. A temperatura estava por volta de 12 graus na largada, temperatura ideal para a corrida!

Às 7:45minutos foi dada a largada para a prova e saí com o propósito de fechar a prova em 2h06min, mantendo o pace próximo a 6min/k por toda a prova. Para alguns, pode parecer moleza, mas quero salientar que, há menos de 3 meses atrás não conseguia fazer 10K abaixo de 1 hora!

Os primeiros 10 km’s foram percorridos nas Av. Figueroa Alcorta, Av. Dorrego e Av. Del Libertador. Tais avenidas são amplas, com belos prédios e lindas praças para se ver. Mas estava focada, concentrada no meu tempo, portanto não via nada… Quando vi no Garmin que fiz 10K em 58min, meu recorde pessoal e me sentindo bem, só pensei: farei esses 2h06 de qualquer jeito!

Percorremos uma parte da famosa Avenida 9 de Julho, passamos pelo Obelisco, pertinho da Casa Rosada e retornamos em direção à Autopista Arturo Illia, onde saímos das belas praças e construções imponentes e percorremos um trecho sem graça, onde tive que manter a concentração e o foco para não desanimar…

E voltamos à Avenida Figueroa Alcorta, o que significa que a chegada tava próxima! E daí foi coração na mão, tentar esquecer as dores do joelho que começaram a incomodar… Coloquei a playlist da vitória: U2 (Beautiful Day), Jamiroquai, Linkin Park… E as lágrimas começam a vir… Ficava pensando na insegurança de conseguir fazer a prova, do medo mortificante das dores no joelho, nas abdicações que fazemos em nome do resultado final…

Quando entro naquela avenida, cercada de árvores e com aquele clima, era a hora: Viva La Vida (Coldplay) no talo e lágrimas brotando! Rodeada de outros corredores com os mesmos sentimentos, termino a prova olhando pros céus e agradecendo a Deus por ter saúde para chegar ali… E paro o Garmin: 2:05:10! Uau, quase um minuto abaixo do esperado, do sonhado! Todas as voltas abaixo de 6min/k, era inimaginável!

Só queria encontrar a Rê, minha amada amiga, que terminou 1 minuto antes; saber se @supercesinha tinha voado lá na frente; se @spookerlabs tinha feito 1h45min; participar das 1ªs Meias do @CorreGuto e @RunTucunduva; enfim, sermos coniventes e compartilharmos de nossas alegrias!

Sempre terminava meus tweets dos meus treinos dizendo: “missão dada é missão cumprida”. E a minha batalha foi finalizada, com o maior sucesso que poderia esperar!

Patrícia Gomes
@patgomes1


CorreBH

O seu canal sobre a corrida de rua na capital mineira. Acompanhe nosso site e redes sociais e fique por dentro.
X